Autor: Marcus Rizzo

R$ 40,00

Envio em arquivo PDF via e-mail

11 páginas




Benefícios Tangíveis
Nestes dias de margens apertadas, ter escala para comprar melhor significa aumentar a lucratividade do negócio na ponta, diretamente para o franqueado.

Para uma organização franqueadora, que possui como destino crescer, não há restrições de tamanho ou tipo de negócio que impeça a montagem de uma cooperativa de suprimentos. Por outro lado, fornecedores apostarão no negócio, especialmente no seu crescimento pois necessitam ampliar seus canais e volumes de vendas.

Papel do Consultor de Campo na Estruturação da Cooperativa
Toda a estruturação terá o suporte direto da área de operações da empresa franqueadora e regionalmente este papel será exercido diretamente pelo Consultor de Campo. São os consultores, representantes do franqueador que adicionarão energia e direção para manter os planos em andamento.

O sucesso de qualquer cooperativa exigirá o envolvimento e a liderança dos Consultores de Campo em cada estágio do processo. O papel dos Consultores de Campo é fundamental pois serão eles que estarão vendendo a idéia para seus franqueados, agendando e organizando reuniões, comunicando os avanços, coordenando as agendas e monitorando o desempenho dos fornecedores.

Adicionalmente caberá aos consultores de campo suprir informações ao Comitê Nacional de Suprimentos e aos executivos da organização franqueadora, respondendo prontamente as questões dos franqueados.

Dez Passos Iniciais Para Estruturar a Cooperativa
A primeira reunião tem como objetivo criar a estrutura e organizar o rol de produtos e serviços que serão cotados com fornecedores, com os seguintes procedimentos recomendados:

1. Defina as regiões e para cada uma delas o Consultor de Campo que será o responsável na região para apoiar a estruturação.

2. Marque uma reunião com os franqueados e o Consultor de Campo deverá apresentar a idéia de estruturação, enfatizando a importância da cooperativa.

3. Levantando na reunião os preços pagos pelos franqueados de uma mesma área que pagam diferentes preços pelos mesmos produtos do mesmo fornecedor.

4. Estabelecendo com os franqueados para ligar para outros discutindo sobre o projeto e o potencial de economia.

5. Identificando todas as áreas de oportunidades de compras cooperadas para o desenvolvimento do comitê.

6. Utilize as respostas obtidas com os fornecedores para mostrar as disparidades de preços pagos pelos mesmos serviços e produtos.

7. Comitê Regional será responsável pelas primeiras compras cooperadas de um determinado grupo de produtos.

8. Mande mensagem para os franqueados informando os progressos alcançados, reforçando a redução de custos e aumento de lucros.

9. Consultor de Campo deve trazer resultados rápidos para os franqueados, mostrando os benefícios diretos.

10. Manter reuniões periódicas para rever o progresso, solucionar problemas, aumentar o entusiasmo pelo programa da cooperativa.

Por existir uma cooperativa informal e a maneira como ela é operada isto pode ser objeto a ser descrito na Circular de Oferta de Franquias do franqueador, portanto uma documentação por escrito deve ser preparada para todas as cooperativas e compartilhada com o franqueador.