Autor: Marcus Rizzo

R$ 40,00

Envio em arquivo PDF via e-mail

09 páginas




COMO ENVOLVER OS FORNECEDORES NAS RELAÇÕES DE FRANQUIA?
A estrutura de negócios de uma organização franqueadora tem como base o inter-relacionamento formado pelo franqueador, franqueado e fornecedor.

Esta relação é conhecida como triângulo dos 3F’s onde franqueador, rede franqueada e fornecedores pensam e agem em conjunto para conquistar o cliente final, o consumidor.

Este conceito operacional de relacionamentos permite que os investimentos do franqueador sejam canalizados para crescer a rede ganhando escala. O suprimento da rede e toda a complexidade operacional de abastecimento é desenvolvido com fornecedores licenciados.

Produtor ou Franqueador? Eis a Questão
Franqueadoras que licenciam totalmente produtos e serviços ainda são poucas, mas são as redes mais profissionais e de maior sucesso, conhecidas como “business format franchise” (franquia de negócio formatado).

Homologar fornecedores terceirizados para fabricar produtos com a marca do franqueador que serão exclusivamente comercializados pela rede franqueada ainda são poucos em nosso mercado, mas aqueles que já atingiram este estágio podem ser notados como redes de muito sucesso e lucratividade.

Como Selecionar Fornecedores?
Estabelecer relacionamentos efetivos com fornecedores é sempre uma questão essencial, especialmente quando um franqueador define compras em nome da rede. Os fatores considerados de maior importância na seleção de fornecedores incluem:
1. Produto Apropriado
2. Preço
3. Capacidade de Entrega
4. Qualidade e Serviços
5. Logística e Distribuição
6. Estabilidade Financeira
7. Sistema de ComunicaçãoConclusão

Fornecedores de franquias deveriam ser membros da organização franqueadora e da rede franqueada. Na verdade eles contribuem enormemente para a melhoria da qualidade dos produtos e na imagem da franquia.

O franqueador deve considerar tanto a satisfação do fornecedor quanto à dos franqueados e também dos consumidores. Esta é uma relação mutuamente benéfica que se torna melhor quando há envolvimento de todos em todas as questões.

Uma evolução neste relacionamento é obtido quando o franqueador estimula a formação de uma cooperativa informal de suprimentos, dirigida de forma participativa com representantes dos franqueados.