Autor: Marcus Rizzo

R$ 40,00

Envio em arquivo PDF via e-mail

12 páginas




Quando se pensa em expandir internacionalmente é bom avisar que: “se não está funcionando bem localmente – expandir internacionalmente não vai ajudar a melhorar”. É sempre bom avaliar honestamente suas possibilidades para internacionalização.

Tenha certeza de que atrasar a expansão internacional não é uma indicação de fracasso – é uma decisão gerencial responsável.

COMEÇANDO DO INÍCIO
Responda algumas questões para avaliar sua operação doméstica e aferir se sua organização está preparada para a internacionalização:

  • Sua experiência como franqueador está baseada na longevidade do negócio ou pela quantidade de franquias em operação?
  • Sua organização possui infra-estrutura suficientemente madura para dar suporte para suas franquias e unidades próprias?
  • Que tipo de organização será necessária para apoiar e dar suporte a sua expansão internacional?
  • Você está habilitado para buscar sub-franqueados que possam prover fornecedores locais para a rede de franquias?
  • Seu atual programa de treinamento é adequado para preparar sua organização para operar no exterior e em grandes territórios?
  • Seu sistema de treinamento pode capacitar sub-franqueados a iniciarem com sucesso uma rede de franquias?
  • Você pode desenvolver manuais adicionais e procedimentos orientados para dar suporte a sua estrutura internacional?
  • Você dispõe dos recursos financeiros necessários para atingir suas metas no mercado doméstico?
  • Você acredita que os franqueados estão satisfeitos com o suporte atual – esta satisfação poderia ser duplicada internacionalmente?
  • Você conhece todas as exigências para identificar fornecedores internacionais?
  • Você tem capacidade para adaptar seu marketing, produtos e serviços para as condições exigidas para o mercado internacional?

VALORES E TAXAS UTILIZADAS NA VENDA INTERNACIONAL DE FRANQUIA

TAXA DE IMPLANTAÇÃO EXCLUSIVA
A taxa de implantação exclusiva é o valor estabelecido pelo franqueador para remunerar a concessão exclusiva do território onde serão comercializadas as franquias. Neste caso além da concessão territorial também remunera o uso da marca e a cessão do conceito que será sub-franqueado localmente.

TAXA DE CONCESSÃO PARA UNIDADES FRANQUEADAS
É uma parcela da taxa de franquia que será cobrada pelo master-franqueado (que possui o direito de sub-franquear localmente) para cada unidade comercializada. O valor é pré-fixado e geralmente pago quando da abertura de cada uma das unidades franqueadas.

TAXA DE CONCESSÃO PARA UNIDADES PRÓPRIAS
A taxa de concessão para unidades próprias é equivalente ao valor de uma taxa de franquia integral e paga quando da abertura de cada uma das unidades próprias estipuladas em contrato que serão abertas pelo master franqueado.

TAXA DE ROYALTIES PARA UNIDADES PRÓPRIAS
A taxa de royalties para unidades próprias é o percentual integral que incide sobre o faturamento líquido (receita bruta menos impostos diretos) mensal de cada unidade própria em operação e tem incidência durante todo o período contratual da master franquia.

TAXA DE ROYALTIES PARA UNIDADES FRANQUEADAS
É um parcela da taxa de royalties cobrada pelo master franqueado que incide sobre o faturamento líquido (receita bruta menos impostos diretos) mensal de cada unidade franqueada em operação durante a vigência do contrato de master franquia.